Passo a passo no marketing digital

O Passo a Passo no Marketing Digital em 2024

Se eu ganhasse 1 euro a cada vez que eu recebesse as perguntas: Fabio, qual é o passo a passo no marketing digital? Como eu começo nesse mundo? Por onde começar?

Pensando em todos vocês meus queridos leitores, resolvi escrever esse passo a passo, com o objetivo de ajudá-los a entender como tudo funciona e também a avançar rumo a liberdade geográfica, de tempo e financeira.

São 5 passos que você deverá seguir para ter sucesso:

Cada um destes passos tem um artigo específico aqui no blog, trazendo informações adicionais e mais detalhadas para te ajudar ainda mais.

Vamos começar então entendendo qual é a mensagem que queremos transmitir:

PASSO 1 | DEFININDO A SUA MENSAGEM

O primeiro passo é entender qual é a habilidade ou conhecimento que temos e que podemos ajudar outras pessoas.

O escritor Brendon Burchard, no seu livro O Mensageiro Milionário, explica que todos temos algo precioso que podemos utilizar para ajudar outra pessoa e ser remunerado por isso.

Qual tipo de conhecimento você tem que pode ajudar outras pessoas?

Quando eu faço essa pergunta, é muito comum que as pessoas me digam que “não tem nenhuma habilidade” ou “não tem nada a ensinar para outra pessoa”.

Eu entrei na página da Hotmart e busquei ali sobre cursos “curiosos” que as pessoas estão vendendo.

Tomei o cuidado de buscar apenas cursos que estão vendendo bem!

Veja a lista a seguir. Nela você vai perceber que qualquer área do conhecimento pode ser empacotada e transformada em algo para ajudar outras pessoas.

Olha só:

Podemos concluir que não existe nada que não possa ser transformado em um produto ou serviço digital.

Desde a simples atividade de tirar e plantar mudas, passando pelo trabalho de cuidar de idosos, confeccionar pijamas, contar histórias, encadernar livros, tocar violão e até cuidar de calopsitas ou deixar seu shihtzu com uma carinha redonda, como essa fofura abaixo:

Passo a passo no marketing digital

Agora que você percebeu que o céu é o limite, deixe um comentário no final deste artigo, compartilhando qual a habilidade ou área de conhecimento que você escolheu para trabalhar no mundo do marketing digital 😉

O próximo passo é começar a falar sobre isso.

Você precisa criar um local onde vai compartilhar as informações.

Pode ser um blog, um canal no Youtube, uma página no Facebook, um perfil no Instagram, no Tik Tok, no Twitter ou em qualquer lugar que seja possível ser “encontrável” pelas outras pessoas.

Particularmente eu recomendo que você comece um blog e, a partir do conteúdo dele, compartilhar as informações nas redes sociais.

Por que um blog?

Porque ele é facilmente encontrável no Google e o conteúdo escrito é seu e nunca vai ser perdido ou deletado, coisa que pode acontecer com qualquer rede social.

Basta pensar no finado Orkut, eu conheço um monte de gente que se desesperou quando o Orkut decidiu fechar as portas.

Um monte de conteúdo legal ficou perdido por lá.

Coisa que jamais vai acontecer se você tiver um blog, pois o dono do conteúdo e do espaço é você.

PASSO 2 | DESCOBRINDO O SEU PÚBLICO

Agora que você definiu qual a habilidade que você usar para compartilhar sua mensagem ao mundo e ajudar outras pessoas, é hora de descobrir onde estão estas pessoas.

Vou te ensinar algumas técnicas e, para facilitar, vamos usar um exemplo real.

Vamos usar como exemplo alguém que ama fotografar e decidiu que essa vai ser a habilidade a ser compartilhada.

Onde encontrar pessoas que gostam de fotografia? Onde estão estas pessoas no mundo online?

Ideia 1: Quora

O Quora é um site onde as pessoas podem fazer perguntas sobre qualquer tema.

Pra nós que produzimos conteúdo, é um lugar excelente para entender o que o nosso público está querendo saber, quais as palavras e a linguagem que eles usam para pesquisar e mais um monte de coisa legal.

Usando o nosso exemplo da fotografia, veja quantas coisas bacanas apareceram por lá:

Passo a passo no marketing digital

O próximo passo é começar a responder as dúvidas destas pessoas através do conhecimento que você tem.

Desta forma, você desenvolve a sua capacidade de ensinar, aprende com outras dúvidas e ainda se mostra ao mundo como uma pessoa que entende do que está falando, aumentando a sua autoridade.

Ideia 2: Facebook

Existe uma ideia equivocada no Brasil de que o Facebook morreu.

Bastou uma simples pequisa com a palavra fotografia nos grupos para aparecer vários, com milhares de participantes:

Passo a passo no marketing digital

Então não perca tempo e comece hoje mesmo a pesquisar grupos com pessoas que tenham o mesmo interesse que você, procurando ajudar respondendo dúvidas e aumentando a sua autoridade.

Ideia 3: Tik Tok

Calma, eu também tenho as minhas birras com o Tik Tok.

Mas tenho que admitir que aquela febre das pessoas idiotas fazendo dancinhas estúpidas já passou.

Agora por lá tem muito conteúdo interessante, veja só o resultado da pesquisa da nossa palavra chave:

Passo a passo no marketing digital

Você também pode utilizar o Instagram para pesquisar, porém tenha em mente que a pesquisa por lá é confusa e nem sempre traz os resultados que estamos procurando.

Neste quesito, o Tik Tok ganha de lavada…

Claro que existem vários outros sites e ferramenras para você encontrar o seu público e começar a interagir com eles.

Em todo caso, estas três opções que eu te passei já vão te ajudar a começar a interagir e a entender melhor como tudo isso funciona.

PASSO 3 | ESCOLHENDO O FORMATO DE ENTREGA DA SOLUÇÃO

A esta altura, você já está surfando na internet respondendo todo mundo, trocando informações e dicas, conhecendo um monte de gente bacana e um fenomeno interessante começa a acontecer:

As pessoas começam a te perguntar se você tem algum curso ou algo parecido para ajudá-las de forma mais rápida e organizada.

Então chegou a hora de pensar no desenvolvimento do seu produto ou serviço digital.

Vou listar as opções mais comuns para te dar uma ideia do que é possível fazer:

  1. Curso online;
  2. E-book (livro digital);
  3. Área de membros por assinatura;

1 – Curso Online

Neste formato de produto digital, você grava uma série de vídeo-aulas e as insere dentro de uma plataforma fechada e então vende o acesso desta plataforma para seus clientes.

Além das aulas em vídeo, você pode disponibilizar também materiais de apoio, como manuais, planilhas e outros materiais para ajudar seus clientes na absorção do conhecimento.

2 – E-book

Outra forma muito popular de produto online é a venda de e-books.

Aqui você escreve o seu texto, salva em formato .pdf e vende este arquivo para seus clientes.

Uma das vantagens de ter um e-book é o que chamamos de “geração de renda passiva”, pois ao escrever um e-book você tem trabalho apenas uma vez, que é exatamente no momento da sua escrita e publicação.

Após isso, ele fica disponível por tempo indeterminado, gerando renda passiva, sem que você tenha nenhum tipo de trabalho adicional, já que não precisa responder dúvidas dos seus clientes, como acontece nos cursos online, por exemplo

3 – Área de Membros por Assinatura

Ainda que essa modalidade é uma das que mais dá “trabalho”, confesso que é a minha preferida.

Nessa modalidade, você cria uma área fechada que pode conter vídeo-aulas, materiais em texto, áudio, etc. tal qual um curso online.

A principal diferença entre uma área de membros por assinatura e um curso online está na forma de pagamento: normalmente pagamos uma única vez (ainda que parcelado) por um curso; já uma área de membros por assinatura tem os pagamentos recorrentes, o que significa que devemos efetuar pagamentos com uma certa periodicidade, que pode ser mensal, trimestral, semestral, anual, etc.

Por que dá mais trabalho do que um curso?

Porque para manter o interesse do seu cliente em renovar a assinatura, você precisa sempre criar novos conteúdos.

Se eu decido que a minha área de membros vai ter a recorrência de pagamentos a cada 30 dias (mensal), eu tenho que ter algum benefício que faça meu cliente pensar: opa, eu não posso cancelar a minha assinatura esse mês, senão vou perder o acesso a esse conteúdo incrível que está por vir ou então a essa ferramenta que somente os assinantes tem acesso.

Fabio, qual a sua sugestão para quem está dando os primeiros passos no marketing digital em 2024?

Definitivamente eu indico começar com um e-book.

É mais fácil de preparar e muito mais rápido ainda para já publicar e começar a vender e ter retorno financeiro.

Depois disso, indico ter um curso online, que vai ser uma versão hiper-mega-power-potencializada do conteúdo do e-book, sem contar que é possível cobrar um valor maior, já que a entrega e o conteúdo também é diferente do arquivo .pdf.

Uma vez que você já estiver indo muito bem com seus e-books e cursos online, já tendo contratado seu primeiro colaborador pra te ajudar com o suporte dos seus alunos e clientes (tema de um próximo artigo) aí sim é hora de pensar em ter a sua área de membros por assinatura.

PASSO 4 | DESENVOLVENDO A OFERTA

Ok, você já definiu qual vai ser a forma de “empacotar” o seu conhecimento e entregá-lo ao seu cliente.

Inclusive, sua caixa de mensagens está cheia de pedidos de pessoas querendo saber mais sobre o seu produto ou serviço, te perguntando quanto custa e como fazer para comprar.

Neste ponto, é preciso que você entenda um conceito muito importante:

“Não meça o bolso do seu cliente através do seu”

Eu não sei você, mas eu cresci ouvindo coisas do tipo:

  • vendedor é tudo ladrão;
  • dinheiro é sujo;
  • rico é tudo picareta;
  • marketeiro quer nos roubar.

E mais um monte de coisas que nos fizeram ter uma crença errada sobre dinheiro, como essa ideia de que “dinheiro é sujo, logo é melhor não ter”.

Eu demorei muito para entender que eu posso ganhar dinheiro com honestidade, ética e, principalmente, com o suor do meu trabalho.

Não tem nada de errado nisso e tampouco eu tenho que me culpar.

Uma frase que eu adoro e que eu ouvi do Victor Damásio é:

Meça seus resultados pela transformação que você gera nas pessoas e colha abundantemente os frutos disso.

Mas Fabio, por que você começou este passo 4 falando desse monte de coisa sobre as crenças relacionadas a dinheiro?

Porque eu conheci pessoas incríveis ao longo desta minha jornada no marketing digital que tinham conhecimento, uma mensagem maravilhosa e que verdadeiramente mudavam a vida das pessoas.

Mas que infelizmente não conseguiram ter os resultados que mereciam por não conseguir se livrar destas malditas amarras e crenças do passado sobre dinheiro.

Elas criaram seus produtos, colocaram sua mensagem no mundo, ajudavam as pessoas, mas na hora de fazer a oferta dos seus produtos, simplesmente travavam!

E entenda: se você não ofertar, você não vai vender.

Simples assim.

Você tem inúmeras formas de fazer a oferta do seu produto digital, vejamos algumas:

  1. Página de vendas;
  2. Vídeo de vendas;
  3. Oferta direta.

1 – Página de vendas

Uma página de vendas é a forma tradicional de fazer uma oferta, pois ela contém todas as informações necessárias para que a pessoa possa entender o que está sendo oferecido e, então tomar a decisão de comprar.

Clique aqui para ver o exemplo de uma página de vendas.

2 – Vídeo de vendas

Um vídeo de vendas é utilizado normalmente quando a gente faz uma oferta direta (vou explicar a seguir).

Ao invés de direcionar a pessoa para uma página, você pode incluir o vídeo na sua mensagem ou então pode incluir o mesmo vídeo diretamente na página de compra, que também chamamos de página de check-out.

O vídeo contém todos os elementos de uma página, explicando os detalhes do produto, formas de pagamento eventuais bônus, etc.

3 – Oferta direta

Uma oferta direta é aquela onde você diz diretamente aos interessados sem a necessidade de criar uma página ou vídeo de vendas.

Há anos eu faço ofertas diretas por email às pessoas que estão na minha lista. Normalmente as pessoas já conhecem o meu produto, já sabem dos resultados que ele gera, então não preciso perder tempo criando páginas ou vídeos de venda.

Outra forma muito comum é fazer a oferta através dos stories no Instagram.

Da mesma forma que a oferta por email, se o seu público já conhece o seu produto e já sabe quem você é, esta é uma das formas mais rápidas e eficientes para fazer a oferta e vender o seu produto.

Importante: se você está começando, o ideal é ter uma página de vendas com todas as informações necessárias, para que seu cliente consiga entender sobre o produto, quais os benefícios que ele traz, quais problemas ele resolve e como ele pode efetuar o pagamento e receber os dados de acesso ou o arquivo.

PASSO 5 | COLHENDO OS RESULTADOS

O quinto passo é simplesmente colher os resultados do seu trabalho realizado através dos passos anteriores.

Você descobriu, desenvolveu e começou a compartilhar a sua mensagem com o mundo, buscando e entendendo os locais online onde seu público potencial está.

Ao mesmo tempo, também começou a construir a sua casa no seu próprio terreno, escrevendo seu blog e amplificando o alcance dele através das suas redes sociais.

E tão logo começaram a pipocar os primeiros comentários pedindo a sua ajuda mais próxima, o seu olhar mais exclusivo, você criou seu produto e, através das ofertas que você fez, está colhendo os frutos de tudo isso.

Meus parabéns.

Neste momento posso dizer que você faz parte da seleta turma das pessoas que contribuem com o mundo através do seu conhecimento e é muito bem remunerado ou remunerada por isso.

Posts Similares

3 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *